Governo do Tocantins suspende isenção tributária na compra e venda de bovinos

Acordo UE-Mercosul abre porta para agronegócio brasileiro, mas setores mais competitivos ficam limitados, avaliam especialistas
2 de outubro de 2019
Produtividade da agropecuária cresce 3,36% ao ano, aponta estudo do Mapa
8 de outubro de 2019

O Governo do Estado de Tocantins publicou, no Diário Oficial na quarta-feira (2), o retorno da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na venda e compra de bovinos. Nove frigoríficos do estado paralisaram as atividades até que a justiça conceda a liminar que evita o retorno desta cobrança.

A suspensão dos Termos de Acordos de Regimes Especiais (Tare), que isentava a cobrança do ICMS, fez com que, até agora, nove frigoríficos encerrassem as atividades de compras e abates. O mercado está travado, não há compras e nem vendas até que o governo estadual se posicione.

Em entrevista ao Canal do Boi, o diretor da Scot Consultoria, Alcides Torres afirma que a notícia é ruim para os produtores e frigoríficos de Tocantins, pois prejudica o mercado como um todo. “Por enquanto, os negócios estão parados. Ninguém compra e ninguém vende. Isso é ruim para o estado, para a pecuária brasileira e até para a nossa imagem”.

Para Torres, a suspensão desestimula o produtor pelo aumento repentino dos custos de produção, pois será recolhido 12%, ou seja, a cada 100 cabeças de boi, 12 serão recolhidos pelo estado.

Texto com supervisão de Douglas Ferreira.

Fonte: Canal do Boi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − treze =

ATENDIMENTO VIA WHATSAPP
Enviar Whatsapp